Categoria: Anime

Evangelion: Another Impact, curta-metragem CG de Evangelion

O estúdio khara, fundado por Hideaki Anno para a produção dos novos filmes de Evangelion, acaba de lançar o curta-metragem Evangelion: Another Impact, uma animação em computação gráfica que mostra o chamado “Eva Null” (nulo) enlouquecido em Neo-Tokyo! Clique na imagem para conferir:

Esse sensacional curta-metragem faz parte do Animator Expo, uma iniciativa criada junto à Dwango (empresa de telecomunicação que, entre outras coisas, é dona do site japonês de streaming de vídeo NicoNico Douga), que, de acordo com Anno, em texto no site do projeto, tem como objetivo “buscar e explorar a diversão e as imagens que a animação japonesa proporciona, para entender e explorar talentos individuais, seus sonhos e suas possibilidades para o futuro, que são inerentes à animação japonesa”

O diretor do curta é Shinji Aramaki, responsável pelo filme do Capitão Harlock em computação gráfica, de 2013; além de ter trabalhado em diversos projetos, como o animê de 2003 de Fullmetal Alchemist.

Aqui na Redação, todos piraram!! E você, o que achou? Assistiria um filme de Evangelion em computação gráfica?

Mais informações sobre Saint Seiya: Soul of Gold

As cortinas de uma nova batalha se abrem (não, nunca vamos desistir dessa frase, ela é boa demais)!! A nova aventura de Aioria de Leão, o cavaleiro de leão, está chegando, e as primeiras informações começam a aparecer.

Aioria e sua armadura divina de Leão! Yes!!
Aioria e sua armadura divina de Leão! Yes!!

Nas vozes, grande parte do elenco dos cavaleiros de ouro que trabalhou na Saga de Hades retorna, com exceção do dublador do cavaleiro de Touro, Aldebaran. O diretor será Takeshi Furuta (que trabalhou em Saint Seiya Omega), Toshimitsu Takeuchi fará o roteiro. Hideyuki Motohashi (diretor de animação em Saint Seiya: The Lost Canvas) será o responsável pelo design dos personagens.

O animê estreia na primavera japonesa (por volta do mês de março), e será transmitido online. Ainda não existem detalhes quanto ao site que fará a transmissão, mas esperamos que seja parecido com o sistema de Sailor Moon Crystal, e assim possamos assistir aqui no Brasil também, com legendas em português e no mesmo dia que o Japão!!

Por enquanto, só nos resta ativar nosso Mesopetâmenos e ficar aguardando o animê chegar (e a internet ter boa conexão, na nossa rocha nos Cinco Picos de Rozan). Fique ligado na Henshin para mais informações!

Saint Seiya – Soul of Gold: Novo animê dos Cavaleiros!

Você esperava por essa? Não, né? Nem a gente!

Um novo animê de Cavaleiros do Zodíaco acaba de ser revelado: “Saint Seiya – Soul of Gold” é o novo animê dos defensores de Athena. Poucos detalhes foram revelados até agora, mas o que se sabe pelas imagens de divulgação é que a história se passará após a Saga de Hades e o protagonista parece ser Aioria de Leão usando uma armadura Kamui! Confira o pôster abaixo:

Não se sabe exatamente se será uma série, um filme, um curta-metragem ou qualquer outra coisa. A nova animação terá exibição prévia (talvez um trailer…?) no evento Tamashii Nations no Japão, que é uma grande feira da Bandai de bonecos e figures, que ocorre neste fim de semana, dia 31 de outubro. Inclusive já existe uma versão do Aioria com armadura Kamui para a linha de bonecos Cloth Myth.

O novo projeto tem estreia marcada para 2015. São os guerreiros das estrelas em um novo começo!

Fonte: CavZodiaco.com.br

Noite de cinema de Cavaleiros do Zodíaco

É fã de Cavaleiros do Zodíaco e mora em São Paulo? Então não pode perder essa!!

Para comemorar a estréia do novo filme dos Cavaleiros do Zodiaco – A Lenda do Santuário, o Game Champz, o Telstar Hostels e o canal Nerd Pack, promovem amanhã (18/9) uma noite de cinema com três grandes clássicos dos filmes da série: Os Cavaleiros Do Zodíaco – A Lenda dos Defensores de Atena; Os Cavaleiros Do Zodíaco – Os Guerreiros do Armagedon – A Batalha Final; e Os Cavaleiros do Zodíaco – A Grande Batalha dos Deuses.

E além dos filmes, também haverá comidas temáticas, atividades para os fãs e consoles da série. E o melhor de tudo: o evento é gratuito!!

Ah! E não deixe de conferir a nossa resenha sobre A Lenda do Santuário!

Noite de cinema de Cavaleiros do Zodíaco

Onde: Telstar Hostels – R. Capitão Cavalcânti, 177
Vila Mariana, São Paulo – SP
Quando: 18/09/2014, às 19h.
Quanto: Entrada Gratuita.

Death Note the Musical

Depois de três adaptações para live-action e um animê, Death Note agora irá ser transportado para os palcos dos teatros em Death Note the Musical.

O aclamado mangá de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata está sendo adaptado para um musical com estreia em abril de 2015 no Nissay Theatre, Japão, para depois estrear no LG Art Center, em Seoul (Coreia do Sul), em agosto.

Quem está a cargo das músicas da peça é Frank Wildhorn, compositor mais conhecido pela canção “Where Do Broken Hearts Go?”, da Whitney Houston, e pelo musical Jekyll & Hyde, com letras de Jack Murphy (Carmen, The Count of Monte Cristo). A direção fica nas mãos do prestigiado diretor Tamiya Kuriyama.

E os atores que darão vida ao embate de Light (Kira) e L já foram escalados. Kenji Urai (Aoi Honoo) e Hayato Kakizawa (Crows Explode) serão Light (Kira), enquanto Teppei Koike (Love*Com The Movie) fará o detetive L.

Por enquanto, apenas foi divulgada a foto de Teppei Koike caracterizado como L (veja abaixo).

Kenji Urai (Light/Kira)
Kenji Urai (Light/Kira)
Hayato Kakizawa (Light/Kira)
Hayato Kakizawa (Light/Kira)
Teppei Koike (L)
Teppei Koike (L)

Já imaginaram Light e L cantando no palco? Fique de olho na Henshin para mais novidades de Death Note the Musical!

Ai: Tenchi Muyo! A nova série!

Os últimos detalhes do novo animê de Tenchi Muyo! foram revelados: Ai: Tenchi Muyo! será uma continuação da série original (apesar de ser difícil afirmar que exista continuidade nesta franquia cheia de versões diferentes), em comemoração aos 20 anos da obra.

A cientista Washu está causando problemas ao mundo novamente, e para impedi-la, Tenchi Masaki se disfarça de professor em uma escola feminina (por algum motivo…). Como o Tenchi está sempre propenso a se meter em confusão, rodeado de mulheres (ele é uma espécie de Keitarô Urashima com problemas de nível intergaláctico), coisa boa não pode sair daí.

Confira abaixo o pôster promocional, com nosso amigo Tenchi e todas as personagens novas:

O design de personagens fica por conta de Suzuhito Yasuda, de Durarara!!, e, claro, como toda nova versão de série clássica, está dividindo a opinião dos fãs, com seu estilo mais contemporâneo. Mas é importante lembrar que a arte original também era em estilo de sua própria época. Mesmo assim, não custa dar uma olhada no novo design dos personagens clássicos, que retornam na nova série, assim como seus dubladores. O que você achou?

Tenchi Masaki
Tenchi Masaki
Ryoko
Ryoko
Princesa Aeka
Princesa Aeka
Sasami
Sasami
Mihoshi
Mihoshi
Washu
Washu

Ai: Tenchi Muyo! será dirigido por Hiroshi Negishi, diretor do animê original. A estreia está marcada para 6 de outubro, e contará com 50 episódios de 5 minutos cada. Quem é fã não pode perder!

Autor de Shaman King no animê de Garo

O animê Garo: Honoo no Kokuin (Garo: O Selo de Chamas), que adapta e expande o universo do tokusatsu Garo, já tem seus primeiros vídeos revelados, e com uma informação adicional que pode fazer até aqueles que não se interessam pela obra original assistirem a nova série: Hiroyuki Takei, autor de Shaman King, é um dos responsáveis pelo design de personagens!

Confira os vídeos abaixo:

A série de TV de 2005 é conhecida por ser um tokusatsu que tem, diferentemente da maioria das séries do tipo, uma abordagem mais séria e sombria. A escolha do character design de Takei é, portanto, uma escolha curiosa, já que o desenhista tem uma arte bastante estilizada, pouco realista. Mas funciona muito bem, e dá um contraste interessante com a série original. Além disso, a armadura dourada do personagem será animada em computação gráfica, o que ajuda a dar uniformidade e detalhamento.

O animê tem estreia marcada para 3 de outubro. Ainda não se sabe quantos episódios ele terá no total.

Pôster promocional do animê.
Pôster promocional do animê.

Sailor Lingeries!

Produtos licenciados baseados em Sailor Moon não são uma grande surpresa. Os fãs japoneses têm a sua disposição um sem número de produtos estampados pelas guerreiras lunares, mas se, pra você, canetas, borrachas e bonecas não são o suficiente, chegou a hora de conhecer as lingeries das sailors!

A base da coleção inspirada na obra de Naoko Takeuchi é composta por dez conjuntos representando as Sailors Moon, Mars, Jupiter, Mercury, Venus, Pluto, Chibi Moon, Uranus, Neptune e Saturn.

Cada um dos conjuntos custa aproximadamente R$150,00. Mas, se você preferir uma coisa mais confortável para dormir, pode levar pra casa camisolas inspiradas na Princess Serenity e na Black Lady, por R$250,00 e R$200,00, respectivamente, ou, nos uniformes escolares das garotas, custando por volta de R$102,00.

Para conferir todos os produtos, acesse o site oficial da Bandai a partir de 19 de setembro. E não se esqueça, o mangá original de Naoko Takeuchi é publicado no Brasil pela Editora JBC e, atualmente, está em seu sexto volume.

Para saber todas as #sailornovidades, fique ligado na Henshin!

Evangelion 3.0+1.0: o 4º filme

Após a exibição do terceiro filme do remake de Neon Genesis Evangelion, Evangelion: 3.33 You Can (Not) Redo, que já é um título bastante, digamos, “elaborado”, foi revelado no site oficial de Evangelion essa imagem:

Aparentemente, o próximo filme do chamado “Rebuild” de Evangelion não será o esperado 4.0 (ou 4.44), mas 3.0+1.0. Inclusive, em um daqueles festivais de lanternas de papel no Japão, uma das lanternas tinha o logo acima, e a frase “Não há origem”.

Lanterna do Festival Bonbori, de Kamakura.
Lanterna do Festival Bonbori, de Kamakura.

Seria um sinal? Viajando um pouco, a letra “N” repetida, e a frase “não há origem” (O próximo título? “There is (no) origin”?) podem ter a ver com a teoria de que os filmes do “Rebuild” não são uma versão diferente da história, mas, sim, um tipo de continuação de um ciclo eterno do universo de Evangelion, sem fim e sem… origem.

Enfim, por enquanto, nenhuma outra informação concreta foi divulgada. Só o que sabemos é que o próximo filme vem aí, em breve. E terá mais um título… “peculiar”. Já que nada em Evangelion pode ser simples.

Lembrando que a edição final de Neon Genesis Evangelion terá lançamento simultâneo em 18 países, incluindo o Brasil, pela JBC! O volume 14 o tankobon chega dia 20 de novembro; e a coleção em meio-tanko (volumes 27 e 28) também será concluída pela JBC. Não perca!

Cavaleiros do Zodíaco – A Lenda do Santuário

Em um primeiro momento, fãs da série clássica podem se incomodar com o novo visual presente em Cavaleiros do Zodíaco – A Lenda do Santuário, mas não existe nada para se alarmar aqui. Apesar de fugir bastante da estética antiga, o design é muito bem feito e agradável. A revitalização dos personagens funciona e, tomando algumas liberdades, todos são reconhecíveis, mantendo, com algumas exceções, a chama de suas apresentações anteriores.

No geral, a animação da produção é honesta. As cenas de ação funcionam, com destaque para a introdução de Hyoga de Cisne e a belíssima batalha na Casa de Leão – na verdade, para qualquer cena onde Aioria usa seus golpes na velocidade da luz. Por outro lado, alguns dos combates parecem apressados e confusos, dando a impressão de que grandes borrões dourados estão se chocando em cena. O mesmo vale para as tomadas panorâmicas, em sua maioria sem expressão, frias e distantes.

Se a animação e o design têm seus pontos fortes e merecem elogios, o mesmo não pode ser dito do argumento do filme. A iniciativa de contar quase 13 edições do mangá em pouco mais de 1 hora e 30 min era bastante ousada e, infelizmente, se provou inviável. Os cortes, contínuos e mal programados, quebram o ritmo do filme e entregam uma progressão arrastada, matando a fluidez e impactando na narrativa.

Enquanto trechos inteiros da trama são deixados de lado pela ameaça do relógio de fogo, que se apaga, não só para Athena, mas para a curta duração da animação, outros lados recebem atenção excessiva, desperdiçando preciosos minutos que, com certeza, poderiam ter sido melhor aplicados.

É necessário admitir que para recontar a saga completa das doze casas em menos de duas horas, concessões eram necessárias. No entanto, optar por deixar de fora pontos de transição importantes e cenas que dariam peso às motivações dos personagens, foi um erro. O impacto no filme foi enorme, que terminou por apresentar uma história um pouco vazia, sem estrutura lógica, cheia de cortes abruptos, diálogos rasos e um final extremamente mirabolante, sem sentido e enfadonho.

Vale a ressalva de elogio à equipe nacional de adaptação que, mesmo com um material de qualidade duvidosa nas mãos, manteve o padrão já utilizado em outros segmentos da franquia, apresentando um texto simples, e familiar, cumprindo exatamente com o esperado. O único equívoco presente neste segmento – que, bem verdade, pode estar presente também no texto original – se encontra na chegada à Casa de Sagitário, onde a legenda e a narração, erroneamente, a chamam de Casa de Capricórnio.

Assim, Cavaleiros do Zodíaco – A Lenda do Santuário não é um filme facilmente apreciado por aqueles que estão completamente alheios à história de Seiya e, ao mesmo tempo, também não é uma obra que privilegia e busca agradar os fãs de longa data. Ainda assim, há que se louvar a tentativa de atualizar e dar uma nova roupagem a série, e nos resta torcer para que, se houver uma continuação, desta vez o roteiro seja priorizado.