Tudo sobre Sailor Moon no Henshin+

No último sábado, 29 de março, aconteceu o Henshin+ 2014, o evento anual da JBC, na Saraiva Mega Store do Shopping Center Norte. O evento deste ano marcou o lançamento do aguardadíssimo Sailor Moon!

Dani Mancz, da banda Gaijin Sentai, cantando na abertura do evento.
Dani Mancz, da banda Gaijin Sentai, cantando na abertura do evento.

Na primeira parte da palestra, totalmente dedicada ao mangá de Naoko Takeuchi, participaram da mesa: Rodrigo Pelaes, do departamento de marketing; Marcelo Rodrigues e Thiago Nojiri, assistentes editoriais; e Cassius Medauar, gerente de conteúdo.

Depois de abrir o evento com o vídeo acima, com a retrospectiva dos lançamentos de 2013, que fez muito sucesso entre o público, Cassius contou o processo para conseguir o mangá. Depois de mais de 10 anos de negociações, a confirmação veio em 2013, quando finalmente a autora liberou a publicação. Apenas quatro pessoas da editora sabiam, e quando houve a confirmação, todos comemoraram numa festa com direito a champanhe! “É um dos mangás mais importantes da história da JBC”, afirmou Cassius.

Marcelo falou do trabalho com a arte do mangá. Um dos fatores que fizeram com que a editora japonesa aceitasse a proposta da JBC foi a excelência no trabalho com Card Captor Sakura, do CLAMP. Por isso, acreditava-se que as dificuldades seriam as mesmas, mas as aprovações de material por parte do Japão foram até mais tranquilas do que o esperado.

Thiago falou sobre o trabalho de adaptação do mangá. É uma obra cheia de nuances e muitas brincadeiras com os nomes, então já havia sido decidido que os nomes originais seriam utilizados, em vez dos nomes da adaptação ocidental do animê. E para deixar o texto o mais natural possível na língua portuguesa, depois de muito debate e discussão na redação, os honoríficos foram retirados, com exceção de dois casos: “Mamo-chan” (do personagem Mamoru), e “V-chan” (a maneira como a Usagi chama a Sailor V). Outros apelidos carinhosos (como “Usako”, por exemplo) serão mantidos também. A intenção é fazer com que a obra seja acessível para o maior público possível, dada a importância do lançamento no Brasil.

Rodrigo contou à plateia sobre as negociações do material de divulgação da obra com a editora japonesa. Havia muito pouco material para se trabalhar, mas a autora admirou o esforço da JBC no lançamento e liberou mais material, como as imagens dos banners do evento e os marca-páginas que a plateia recebeu. Essa autorização é exclusiva para o Brasil, já que em lançamentos de outros países isso não aconteceu!

Tivemos também a presença de Lilian Mitsunaga, uma das mais importantes letristas e diagramadoras de histórias em quadrinhos do Brasil, com experiência de 34 anos de carreira trabalhando com os mais diversos tipos de HQs. Ela é a responsável pela diagramação e letras de Sailor Moon, e afirmou que a obra foi um desafio, pois os balões de fala são muito complexos e com muitos padrões diferentes. Mas ela se divertiu muito, pois está trabalhando com o que ama.

Ao fim das palestras, o Diário Sailor Moon 5, que mostra todos os passos da produção do mangá pela JBC, foi exibido em primeira mão para quem estava presente. Mas você pode conferir agora, aqui pela Henshin!

Tivemos um concurso cosplay, com inúmeros e lindíssimos cosplays de Sailor Moon presentes, distribuímos prêmios exclusivos, a Dani Mancz da banda Gaijin Sentai nos brindou com um pocket show cantando três músicas de Sailor Moon, e todos os fãs foram felizes para casa com sua obra preferida em mãos. Você pode conferir mais fotos do evento no nosso álbum da fanpage da Henshin no Facebook, clicando abaixo!

Clique aqui e veja o álbum na fanpage!
Sailor Moon nº 1 já está chegando às bancas de todo o Brasil, além de também estar disponível em livrarias e lojas especializadas. A obra completa tem 12 volumes, pelo valor de R$16,50. Não perca as aventuras da graciosa guardiã do amor e da justiça pela JBC, e fique sempre ligado para mais novidades aqui na Henshin. E o evento Henshin+ volta ano que vem! Até lá!
Galeria:
Share

Leo Kitsune

Assistente editorial na JBC, alquimista federal especializado em pagode dos anos 90. Lendo mangás profissionalmente desde 2013.

Você também pode se interessar por: