Grande Guia Fairy Tail, p***@!!!

Em 03 de novembro de 2010 chegava às bancas Fairy Tail nº 1! A obra de Hiro Mashima já tem uma forte base de fãs no Brasil, e nós, da JBC, estamos entre eles!

É hora de relembrar o caminho pelo qual passaram Natsu, Happy, Lucy, Elza, Gray e todos da guilda mais badass de Earthland, em nosso completíssimo Guia Fairy Tail!

O começo (volumes 1 e 2)

Somos introduzidos a esse mundo mágico através dos olhos de Lucy Heartfilia, uma feiticeira celestial que sonha entrar para a Fairy Tail, a mais famosa e mais forte guilda de magos da região (basicamente, caras ultrapoderosos em um boteco). O encontro com Natsu Dragneel, um mago matador de dragões, é apenas o ponto de partida para todas as aventuras.

Muitos acreditam que Lucy é a verdadeira protagonista do mangá, e uma boa evidência é a primeira missão da dupla: Encontrar e destruir um livro. É nesse arco que conhecemos um pouco mais da Lucy, seu gosto por literatura e suas magias de portais celestiais.

Lullaby e o Livro de Zeref (volumes 2 ao 4)

Elza, a Titânia, é a próxima grande maga da guilda a aparecer, convocando o grupo para uma missão arriscada: bater de frente com a guilda das trevas Eisenwald. E é assim que conhecemos mais sobre esse universo, sua organização política controlada pelo Conselho Mágico, e as guildas consideradas fora-da-lei.

Além disso, desbaratar os planos da Eisenwald revela mais um pedacinho de mitologia da série: a flauta Lullaby invoca um monstro do Livro de Zeref. E se você conhece Fairy Tail, sabe que Zeref será muito importante daqui pra frente.

Ilha Galuna e o passado de Gray (volumes 4 ao 6)

Quando Lucy e Natsu decidem aceitar uma missão Classe S na Ilha Galuna, são seguidos por Gray, que queria impedi-los de realizar uma missão tão arriscada. Ela envolve deter um monstro adormecido em um esquife de gelo: Deliora.

E por coincidência, o arquiteto do plano é Lyon, amigo de infância e parceiro de treinamento do Gray. Conhecemos, assim, o passado de Gray, o trauma da morte da sua mestra, e de onde diabos vem a sua mania de ficar pelado a todo momento. É, algumas revelações são mais relevantes que outras…

Phantom Lord e as lágrimas de Lucy (volumes 6 ao 9)

Natsu, Lucy, Happy, Elza e Gray voltam da Ilha Galuna e se juntam aos seus amigos numa grande fest… Nada disso! Boom! O prédio da Fairy Tail é destruído pela guilda rival Phantom Lord, e uma grande batalha começa.

A Phantom Lord tem praticamente a mesma configuração da Fairy Tail: Ambas têm quatro magos de Classe S, um matador de dragões, e seus líderes fazem parte dos Dez Magos Sagrados. Não é uma batalha fácil.

Mas… por que essa batalha começou? Descobre-se que todo esse caos foi encomendado pelo pai da Lucy, a fim de trazê-la de volta para casa (Você odeia quando seu pai te dá bronca na frente dos seus amigos? Você não sabe de nada.). Lucy vem de uma família abastada e seu pai queria que ela continuasse o legado do clã. E temos mais um momento decisivo para a personagem principal de Fairy Tail (pronto, falei!): Lucy não se intimida, bate o pé e impõe sua vontade. As mulheres de Fairy Tail são sempre demais!

A Torre do Paraíso e o triste passado de Elza (volumes 10 ao 13)

Férias! Descanso! Cassino! Divers–Boom!!! Surprise, motherf****r! Elza sequestrada! E por ninguém menos que os seus ex-amigos de infância.

E é assim que conhecemos o passado de Elza Scarlet, praticamente uma escrava na construção da Torre do Paraíso. Em uma tentativa de fuga, Elza é a única que consegue escapar, e seus amigos a consideram uma traidora. Elza reencontra Jellal, o autor do plano de seu sequestro, e a galera da Fairy Tail vai resgatá-la.

O plano, na verdade, era provocar o Conselho Mágico a usar o Etherion, uma arma mágica de destruição em massa, para atingir a Torre (que na verdade era um gigantesco Lacrima – uma pedra mágica) e ativar uma mágica de ressurreição de Zeref (olha ele aí!!). Elza seria o corpo a ser sacrificado para a volta de Zeref.

Em meio a muitas lágrimas e sacrifícios, Natsu consegue absorver e, literalmente, comer o raio de Etherion, ativar a Dragon Force e dar uma surra no Jellal – que, então, volta a si, pois este tempo todo estava sob domínio das trevas de Zeref.

Laxus, Makarov, e a Fairy Tail (volumes 13 ao 16)

Agora finalmente vão deixar a Fairy Tail em paz, não é? Alguém? … Podemos prosseguir, mesmo? … OK, obrigado.

Festa em Magnolia! A guilda foi reconstruída, tem festival na cidade, todos estão felizes, e a Fairy Tail começa a ser conhecida como uma guilda “fanfarrona” e festeira. Legal, não? Mas Laxus não concorda (tinha que ter alguém…). Em sua opinião, a guilda virou uma piada. E ele quer o posto de Mestre para fazer as coisas votarem para o caminho certo.

E para isso, resolve prender a galera toda da guilda nos limites da cidade, e fazer com que lutem uns com os outros, enquanto os membros da guilda vão sendo derrubados, um a um, pela Tribo do Deus Trovão (os guarda-costas de Laxus).

Laxus sempre quis ter seu valor reconhecido, mas era apenas tratado como “neto do mestre da guilda”. Infelizmente, ele escolheu o caminho errado para provar isso. Resultado: Natsu desgraçado da cabeça dando um direto de direita (de fogo) na cara do Laxus. E Laxus expulso da guilda.

Mesmo assim, Makarov ainda reserva um momento para demonstrar que ainda ama seu netinho. Ooowwwnnn!

Oración Seis e a chegada de Wendy (volumes 16 ao 20)

A guilda das trevas Oración Seis começa a se movimentar, e o Conselho Mágico reúne quatro guildas, Fairy Tail, Lamia Scale, Blue Pegasus e Cait Shelter, para detê-la. É neste momento que conhecemos o melhor personagem do mangá.

ICHIYA!!!

~~le Parfum~~
~~le Parfum~~

… ah, e também aparece a Wendy, mas quem liga?

O plano da Oración Seis é encontrar e ativar o Nirvana, uma magia poderosíssima que transforma “luz” em “trevas”, “bem” em “mal”. E para encontrar o Nirvana, eles pretendem usar Jellal (adormecido desde os eventos da Torre do Paraíso).

Após intensas batalhas, o Nirvana é ativado, e o primeiro alvo é a guilda Cait Shelter, da Wendy. Na verdade, o líder da Cait Shelter é o criador original desta arma, que foi construída com boas intenções (transformar “trevas” em “luz”). Mas o ataque é impedido pelo trabalho de todos, o líder da Oración é derrotado pela Dragonforce de Natsu, e tudo fica bem.

No final, Wendy ingressa na Fairy Tail. Aquele lugar cheio de gente bêbada, encrenqueira e seminua. Obviamente o lugar ideal para uma menina de 12 anos de idade.

Edolas, do outro lado do espelho (volumes 20 a 24)

Já como integrante da Fairy Tail, Wendy encontra Mystogan, que na verdade é Jellal… de outra dimensão (insira voz do Saga de Gêmeos aqui)! Descobre-se que existe um outro mundo, em uma realidade paralela, chamado Edolas. Lá, existem versões diferentes de todas as pessoas, e o Mystogan era, o tempo todo, o “Jellal-de-Edolas”. A missão secreta do mago errante Mystogan era conter os portais Anima, criados pelo Reino de Edolas para roubar magia de Earthland (o mundo “normal”). Mas ele não conseguiu resistir por muito tempo, e toda a cidade de Magnolia foi sugada para Edolas… exceto os matadores de dragão, Natsu, Wendy e Gajeel, e os gatos Happy e Charle.

E descobrimos o passado dos gatos! É! Achava que eles eram só mascotes? Não!! Os gatos são da raça dos Exceed, os únicos seres com magia em Edolas, e haviam sido mandados para Earthland a fim de encontrar e trazer os dragonslayers para o reino, pois eles seriam usados como fonte de magia. Mas os gatinhos são traídos pelo reino e transformados, também, em fonte de magia.

Depois de rolarem altas confusões (desculpem, precisava fazer isso) entre a Fairy Tail de Earthland e a de Edolas, “Jellal-de-Edolas”, que é o príncipe perdido de Edolas, decide se passar por vilão, invertendo a polaridade do Anima para eliminar toda a magia do reino e acabar com a guerra. Mas Natsu interfere, e toma o papel de vilão, fazendo de Jellal “o herói que salvou Edolas da destruição, mesmo que às custas da nossa magia”, e assim todos os seres mágicos são mandados de volta à Earthland.

Classe S, Grimoire Heart e Zeref (volumes 24 a 30)

Hora de decidir quem será o novo membro de elite da Fairy Tail: Começa a prova de seleção de Magos Classe S!

Um grupo de magos da guilda é selecionado para ir à Ilha Sirius e participar de uma série de combates para decidir quem é o mais forte do momento, para se juntar à elite, que conta com Mirajane e Gildarts (que são examinadores nesta seleção).

Mas como nada pode ser tranquilo nessa guilda, tudo resolve acontecer ao mesmo tempo: um dos candidatos é, na verdade, um espião do Conselho Mágico, que planejava acabar com a Fairy Tail, e a guilda das trevas Grimoire Heart (liderada pelo segundo mestre da Fairy Tail, Precht, auto-denominado Hades) também planeja um ataque às fadas, com o objetivo de capturar e controlar o poder de Zeref. Ah, sim, é verdade: ZEREF está na ilha. O Mago Negro. A personificação da morte. O arauto do apocalipse. O coisa ruim. O cabrunco. Enfim, todas essas coisas ruins aí.

O objetivo da Grimoire Heart é alcançar a “quintessência da magia”, a “magia originária, ou magia una”, e assim, transformar tudo em um “Grande Mundo Mágico”, do qual os seres não-mágicos não fariam parte. Para isso, seria necessário o poder de Zeref, já que, de acordo com Precht, “a magia é oriunda das trevas”. Logicamente, a Fairy Tail é contra.

O embate final com Precht é acirrado, mas com os gatos destruindo a fonte de poder do Hades, e com Natsu comendo o trovão de Laxus,e formando o poder do Dragão do Fogo-Relâmpago, eles conseguem vencer.

O que não é o fim da batalha, já que todo esse conflito inesperadamente desperta o dragão Acknowlogia. A guilda toda se une para detê-lo, mas a consequência da batalha é a pior possível: A Ilha Sírius e todos os membros da Fairy Tail que estavam nela… desaparecem.

Ano X791, sete anos depois (volume 30 até o atual)

Na verdade, no momento crucial, a primeira mestra da Fairy Tail, Mavis, salvou todo mundo, congelando os membros da guilda. Mas 7 anos se passaram desde então e, com os magos mais fortes da Fairy Tail ausentes, a guilda perde moral, status, e poder. O mundo foi pra frente, a Fairy tail ficou pra trás.

Mas surge a chance de recuperar o tempo perdido: Os Grandes Jogos Mágicos! Porém, mistérios circundam a competição… e se você quer saber mais sobre isso, continue acompanhando Fairy Tail pela JBC!

Spoiler: Os dragões estão chegando!

E que venham mais muitos anos de Fairy Tail pela frente!

Aqui é Fairy Tail!!!
Aqui é Fairy Tail!!!
Share

Leo Kitsune

Assistente editorial na JBC, alquimista federal especializado em pagode dos anos 90. Lendo mangás profissionalmente desde 2013.

Você também pode se interessar por: